O Portal de Notícias da Paraíba

Sexta-feira, 24 de Maio de 2024
Nilvan formaliza denúncia contra Jackson Alvino após vídeo fake com inteligência artificial e processo já tramita na Justiça

Política

Nilvan formaliza denúncia contra Jackson Alvino após vídeo fake com inteligência artificial e processo já tramita na Justiça

O processo já tramita na 3ª Zona Eleitoral de Santa Rita.

IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

O apresentador Nilvan Ferreira formalizou, com uma ação na Justiça Eleitoral, a denúncia contra o presidente da Câmara de Santa Rita, vereador Jackson Alvino. Nilvan acusa Jackson de usar inteligência artificial para reproduzir sua voz em um vídeo fake com um falso apoio ao pré-candidato da base governista do município. O processo já tramita na 3ª Zona Eleitoral de Santa Rita.

Na representação enviada à 2ª Zona Eleitoral, da Comarca de Santa Rita, a defesa aponta que o vídeo começa com um recorte de uma fala de Nilvan Ferreira dizendo que “Santa Rita tem que ter um prefeito que depois da eleição ande do mesmo jeito” e que, em seguida, há uma falsa declaração de apoio de Nilvan feita com uso de inteligência artificial.

“Em seguida, se inicia a montagem realizada com auxílio de inteligência artificial para mesclar imagens de Jackson Alvino com a seguinte mensagem (narrada pela voz “emulada” de Nilvan Ferreira): “Atualmente não tenho dúvidas que Jackson é a melhor escolha para Santa Rita, pode ter certeza disso, a população de Santa Rita sabe o trabalho que ele vem fazendo na Câmara Municipal. É um jovem do bem, de um coração bom e não podemos esquecer que ele é 100% Santa Rita”.”, diz a denúncia apresentada por Nilvan, na qual mostra que houve um discurso criado.

Publicidade

Leia Também:

A defesa de Nilvan aponta, conforme obtido pelo ClickPB, que Jackson Alvino é o maior beneficiado com o vídeo por serem concorrentes ao cargo de prefeito de Santa Rita nas Eleições 2024. Os advogados relatam que o vídeo foi compartilhado pelo chefe de gabinete de Jackson, Luiz Dias de Souza Neto e por Lucas de Lima dos Santos, ambos processados na mesma ação.

A defesa trata o vídeo como propaganda eleitoral irregular antecipada negativa e diz que ele ultrapassa os limites da liberdade de expressão. Os advogados pedem a remoção do vídeo da internet, a condenação dos envolvidos, cassação do registro ou mandato, apuração de responsabilidades e anotação para rejeição do registro de candidatura.

A ação foi registrada pelos advogados Rinaldo Mouzalas de Souza e Silva, Valberto Alves de Azevedo Filho e José Lucas de Oliveira Marques.

FONTE/CRÉDITOS: Click PB
FONTE/CRÉDITOS (IMAGEM DE CAPA): Foto: Reprodução
Comentários:
PB Alerta

Publicado por:

PB Alerta

O jornalismo PB Alerta é reconhecido por estar presente na cobertura dos principais fatos policiais da Paraíba. Historicamente, o PB Alerta sempre defende a Liberdade de Imprensa, a Liberdade de Expressão e a pluralidade de ideias.

Saiba Mais
King Pizzaria & Choperia
King Pizzaria & Choperia
King Pizzaria & Choperia
King Pizzaria & Choperia

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!